7 SINAIS QUE O CASAMENTO PRECISA DE AJUDA
casamento a precisar de ajuda

7 SINAIS QUE O CASAMENTO PRECISA DE AJUDA

coaching para casais

Todas as relações têm as suas fases e todos os casamentos passam por momentos difíceis. Esse não é o problema.

O problema é quando os casais precisam de quebrar padrões, resgatar a magia da relação e saber como se reconectarem.

Conseguir estes resultados num casamento sem a ajuda de um especialista pode tornar-se quase impossível. 

Por isso é tão importantes identificar os sinais que indicam que o seu casamento está a precisar de ajuda.

Há 7 sinais a que deve dar uma particular atenção.

1- Discutir mais do que o habitual

Discutir é normal. Mas se as discussões são constantes, e os motivos são sempre os mesmos, então algo vai mal. 

Preste atenção à troca de palavras que costumam acontecer nessas alturas.

Acusações, cobranças, efeito “ping-pong” e mal entendidos que se repetem até à exaustão, são um verdadeiro sinal de alarme.

 

2- Sentir que não é entendido/a

Uma das partes mais gratificantes de partilhar a vida com alguém é o poder sentir que aquela pessoa está connosco, que nos entende, que está sempre ali para nos apoiar. 

Concordando ou discordando, está ao nosso lado, está connosco. 

Sentir que não se é escutado, que não se é entendido e, pior de tudo, que aquela pessoa está mais preocupada em ter razão do que em nos dar um abraço, pode tornar tudo muito difícil e levar uma parte a sentir que, apesar de partilhar a sua vida com alguém, na verdade está só.

 

3- Um ou ambos terem vivido uma experiência traumática

Acontecimentos traumáticos como uma doença, a morte de um parente próximo, problemas com um filho,  uma gravidez indesejada, desemprego ou outros acontecimentos imprevistos e dolorosos podem abalar profundamente o estado emocional de uma pessoa e lançá-la para uma espiral de sofrimento. 

É exatamente quando isso acontece que a relação pode ser duramente posta à prova.

Quando isto acontece e o casal se sente impotente para ultrapassar as dificuldades desta situação, pôr em causa a relação e a sua continuidade pode surgir como uma rutura inevitável. 

Mas será que é mesmo isso que desejam?

 

4- Cada vez ter menos prazer em estarem juntos

Há casais que arranjam mil e uma desculpas para não estarem juntos. 

A vida a dois é um percurso que, algumas vezes, leva as pessoas em direções diferentes. Interesses diferentes, níveis de desenvolvimento pessoal diferentes, diferentes consciências e até valores diferentes. 

Não é incomum que cada um vá evoluindo num determinado sentido em que, cada vez, parece estar mais afastado do outro. 

Quando chega a casa o que sente? Este ainda é o seu porto de abrigo? Ou sente que vai entrar num espaço de contrariedades, angústia, indiferenças?

Se estar com o outro começa a deixar de lhe dar prazer, então talvez esteja na hora de procurar ajuda.

 

5- Não ter sexo há demasiado tempo

Nas questões do sexo como, aliás, em todas as outras, não há normativos certos ou errados. 

O que é certo ou errado para um casal, é o que é definido pelo próprio casal e não o que é “imposto” por padrões sociais, preconceitos, ou outros modelos de origem externa. 

Todavia, quando a falta de sexo está realmente relacionada com a falta de atração, a falta de intimidade e a falta de conexão, podemos estar perante um problema de sexualidade no seio do casal.

Quando assim é, a ajuda de um especialista pode ser a chave que vai desbloquear esta área, que precisa de estar bem para que o casal se sinta bem.

 

6- Andar frequentemente mal humorado e frustrado sem razão aparente

Todos temos dias bons e dias maus. Todos temos fases em que o mau-humor e a frustração tomam conta da nossa energia e a nossa vida se torna num inferno. 

Mas partilhar a vida a dois é também perceber que o outro não tem que ser o alvo contra quem eu mando toda a minha má energia.

Algumas pessoas chegam até ao ponto de manterem uma fachada de boa disposição durante todo o dia em que estão fora para, quando chegam a casa, se tornarem uns seres mal dispostos, carrancudos, silenciosos e mal humorados… sem qualquer motivo ou razão aparente.

 

7- Um dos dois, ou ambos, sentir-se tentado a ter um caso extra-conjugal, ou já o ter

Uma relação extraconjugal é muitas vezes uma procura de fugir à rotina e de sentir de novo o calor da paixão. 

Às vezes é também uma procura pelo apoio,  atenção ou carinho que a pessoa acredita que deixou de encontrar dentro da relação. 

Os danos que uma relação extra-conjugal pode causar num casal podem ser profundos e definitivos. 

Sentir-se tentado/a é um sinal de alarme. Ter um caso agrava ainda mais a questão. 

Talvez uma partilha em casal, conduzida e apoiada pela presença de um especialista, seja exatamente aquilo que o casal precisa para conseguir resgatar a magia da sua relação.

GOSTOU DESTE ARTIGO?

Sabe o que pode fazer?

PARTILHE-O NAS SUAS REDES SOCIAIS: desta forma pode ajudar outras pessoas a encontrar respostas que procuram.

COMENTE AQUI EM BAIXO👇: o seu comentário é a forma mais rápida de eu saber se gostou e o que pensa sobre este assunto.

Deixe uma resposta

Close Menu